• Nasceu um ícone da moda


    De tempos a tempos surge um verdadeiro ícone da moda. Não estou a falar das "it-girls" que os fashionistas adoram e que normalmente são modelos ou musas dos designers. Estou a falar daquelas mulheres que não sendo modelos profissionais, seja em que aparição pública for, estão sempre deslumbrantes.

    Não é nada fácil alcançar esse estatuto, até porque as revistas e bloggers de moda não dão hipóteses a qualquer erro. Basta um vestido mal escolhido para determinada celebridade ser ridicularizada, com a mesma facilidade com que, na semana anterior, fora idolatrada. E a época dos prémios, que vai dos Gotham Awards aos Óscares é, por excelência, a altura em que todos os holofotes estão apontados para as passadeiras vermelhas, à espera do desfile das estrelas e dos seus erros de guarda-roupa. Mas para a queniana Lupita Nyong'o parece fácil.

    A actriz, que começou a dar nas vistas no Outono passado, quando o filme "12 anos escravo" começou a ser apontado como um favorito para os Óscares, a cada aparição pública dá uma lição de estilo. De Outubro até à noite de ontem, conseguiu estar irrepreensível em todas as passadeiras vermelhas. De tal forma que depressa se tornou a estrela de vários editoriais de moda, Vogue incluída, e foi escolhida como cara da nova campanha da Miu Miu. E se hoje não é segredo que todas as estrelas têm o seu "personal stylist" para ajudar na escolha da indumentária de cada ocasião, também é verdade que,  no que toca a estilo, ou se tem ou não. No caso de Lupita, cuja "stylist" é a não tão conhecida Michaela Erlanger, o estilo emana para lá dos vestidos e é difícil encontrar uma fotografia em que não esteja linda de morrer. De sorriso doce e pele de chocolate, talento nato e sentido de estilo, acredito que Lupita se vai tornar num ícone da moda (e não só!) para várias gerações. O Óscar para Melhor Actriz Secundária que ganhou ontem à noite será apenas o começo.







    0 comentários → Nasceu um ícone da moda

    Enviar um comentário