• Uma Família Muito Moderna


    Sou fã de séries, admito. Desde o MacGyver e do Justiceiro na minha infância, passando pelo Beverly Hills 90210 e o BayWatch na adolescência ou pela Ally McBeal e O Sexo e a Cidade no início da idade adulta, diversas séries fizeram parte dos meus serões ou tardes de sofá. Mas à excepção do Fawlty Towers e do Seinfeld, escritas pelos melhores comediantes da história da televisão, nunca tive inveja dos argumentistas das mesmas. Até começar a ver Uma Família Muito Moderna há uns anos.

    Não é por acaso que é uma das séries cómicas mais premiadas dos últimos tempos, incluindo 5 Writers Guild of America. É que é tão boa, tão boa que até chateia. As personagens, os diálogos, as peripécias de cada episódio... Mas para mim o segredo é mesmo o retratar de as situações, discussões e rituais familiares pelos quais todos nós já passámos. Há diálogos tão reais que por vezes parece que a minha casa tem microfones que transmitem directamente para os argumentistas em Hollywood.

    Acabei esta semana de ver a quinta temporada na Fox Life e já estou a contar os dias para a sexta. Diz que nos EUA estreia a 24 de Setembro. Por cá ainda não há data, mas acredito que passará ainda antes do fim do ano. Até lá, vale a pena ver as repetições.



    0 comentários → Uma Família Muito Moderna

    Enviar um comentário