• Do sofrimento


    E se fosse por cá?
    E quando for por cá?
    Como será sair de casa de manhã para o trabalho e a última frase dita à pessoa que mais amamos ser qualquer coisa estúpida e banal como"não te esqueças de tirar os bifes para o jantar"? Ou deixar os miúdos na escola à pressa e não lhes ter dado aquele último beijinho que nos pediram à porta da sala, porque já estávamos atrasados?
    Como será sentir o chão fugir debaixo dos pés, sobreviver o terror e à devastidão e sair para a rua sem saber para onde ir? Sem um mísero telefone para saber se outros estão bem, sem possibilidade de avisar que estamos bem, sem saber o que aconteceu a todos aqueles que amamos?
    Como será chegar a casa e ela não existir, ouvir gritos e não conseguir socorrer, não ter como ajudar?
    Como será viver os dias seguintes, com a certeza de que perdemos tudo?
    Há tragédias que nos fazem pensar na mortalidade, na finitude, nas coisas que devem ser ditas e feitas antes de ser tarde de mais. E outras que estão tão longe que depressa se tornam notícia de rodapé, como se o sofrimento humano fosse diferente consoante o ponto geográfico onde nos encontramos.
    Mas não é.
    Lembremo-nos disso e ajudemos como gostaríamos que um dia nos ajudassem, tivéssemos a infelicidade de passar por algo semelhante.


    Como ajudar?

    Unicef
    A Unicef quer oferecer ao Nepal barras de purificação de água, kits de higiene ou suplementos nutritivos para as crianças e famílias .

    Cruz Vermelha
    As equipas da Cruz Vermelha no Nepal participam desde o primeiro dia em operações de resgate e ajuda médica.

    Programa Mundial de Alimentação
    Existe uma grave falta de água potável no Nepal, mas também falta alimentação para as populações afectadas. O Programa Mundial de Alimentação é financiado a 100% por doações.

    Handicap International
    Uma organização que se foca no apoio a pessoas com deficiência. Está no Nepal desde o ano 2000 e tem mais de quatro dezenas de voluntários que distribuem, por exemplo, kits para pessoas com deficiência, equipamentos de mobilidade e organizam programas de reabilitação.

    Oxfam
    Trata-se de uma coligação de organizações de apoio humanitário. Lançou uma missão de resgate de vítimas no Nepal e está em coordenação com a Unicef para distribuir água potável e cuidar dos feridos.

    Save the Children
    Tal como a Unicef, o seu principal objectivo no Nepal é prestar auxílio às crianças do país, mas também quer alcançar as famílias mais vulneráveis. Dez por cento da doação destina-se a operações futuras.

    Care
    A Care está no terreno no Nepal e pede doações. O seu plano é o de alcançar mais de 75 mil pessoas e oferecer abrigo temporário, alimentação e kits de purificação de água.

    Ajudar o Nepal
    Trata-se de uma rede nepalesa de apoio humanitário no Nepal. A sua acção, como explica a organização no seu espaço na Internet, concentra-se sobretudo no apoio educativo e médico.


    0 comentários → Do sofrimento

    Enviar um comentário